4 de dezembro de 2020
Fut Milionário
Fut Milionário
O presidente da República, Jair Bolsonaro, realizou na tarde desta sexta-feira (24) entrevista coletiva em Brasília. Bolsonaro explicou os motivos para a saída de Sergio Moro do Ministério da Justiça e Segurança Pública e do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo. Rebatendo as críticas que recebeu, o presidente disse que o ex-ministro aceitaria a substituição do direção da PF depois de ser indicado para uma vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF).
Bolsonaro, ao lado de ministros e figuras importantes do governo federal, rebateu as críticas do, agora ex-ministro, que havia recebido ainda pela manhã. Moro entregou o cargo depois da decisão da exoneração do diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, ter sido publicada no Diário Oficial da União.
Durante o pronunciamento, o presidente ainda afirmou que não tem “mágoa do sr. Sergio Moro”, mas que jamais pecaria pela omissão. “Sempre fui leal aos meus ministros (…). Estou decepcionado e surpreso com o seu comportamento”, disse Bolsonaro se referindo a Sergio Moro. “Meu compromisso é com a verdade”, continuou o presidente que afirmou que Moro fez acusações infundadas e que eu lamenta o caso.
Justificando a troca de Valeixo na direção da Polícia Federal, Bolsonaro disse que “esperava, em conjunto, definir um novo nome para a PF”, mas que o ex-ministro não aceitou. “Seguirei no combate à corrupção”, disse o presidente que concluiu afirmando que “o governo continua”.
Fut Milionário
Fut Milionário

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: