27 de fevereiro de 2021
Fut Milionário
Fut Milionário
Quando a Portuguesa atropelou os adversários na Série B do Campeonato Brasileiro de 2011 e ganhou o apelido de Barcelusa, um dos destaques da equipe era Ananias. Por ser baixinho e veloz, o atacante foi apelidado de ‘Ananiesta&r...

Quando a Portuguesa atropelou os adversários na Série B do Campeonato Brasileiro de 2011 e ganhou o apelido de Barcelusa, um dos destaques da equipe era Ananias. Por ser baixinho e veloz, o atacante foi apelidado de ‘Ananiesta’, em referência ao craque espanhol do Barça Andrés Iniesta, e espera recuperar a fama vestindo as cores do Palmeiras.

“Na fase é boa é legal para caramba ter um apelido como esse. A gente ganhava de todo mundo, eu fazia gols. Era tudo muito engraçado. Agora, na fase ruim, você é cobrado mais ainda. Por isso deixo para os torcedores e para a imprensa essas coisas, mas se fui chamado assim é porque fiz por merecer”, exaltou o reforço apresentado nesta quinta-feira na Academia de Futebol.

Para dar menos trabalho possível a Gilson Kleina, o atacante de 24 anos chegou elencando suas principais qualidades. Apesar de manifestar suas preferências dentro de campo, Ananias garante que deixa nas mãos do comandante a posição em que irá atuar quando puder estrear pelo Verdão.

“Sou um jogador rápido, gosto de jogar pelos lados. Sempre movimentando bastante. Vocês me viram na Portuguesa e sabem como eu gosto de jogar. Foi assim que o Palmeiras se interessou em mim. Mas se o professor Gilson Kleina quiser que eu faça outra função, eu faço”, destacou.

Com a iminente saída de Kléber, o Palestra pode ficar sem um centroavante de ofício após a Copa das Confederações. Embora tenha afirmado que aceita qualquer escalação de Kleina, Ananias aproveitou para avisar que não pode ser o homem-gol alviverde e ainda deu uma dica para o treinador, caso a diretoria não consiga contratar ninguém para a posição.

“Centroavante é impossível que eu seja, até pela minha estatura (1,69m). Se não tem peça de ofício, você busca alternativa. Pode buscar jogadas pelos lados, mais arremates de fora da área. Tudo depende da necessidade e vai se adequando dentro do grupo”, sugeriu o maranhense de São Luís, que terá a concorrência de Vinicius, Leandro e Maikon Leite.

Fut Milionário
Fut Milionário

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: