27 de fevereiro de 2021
Fut Milionário
Fut Milionário
O sérvio Novak Djokovic e o espanhol Rafael Nadal confirmaram o favoritismo e venceram suas partidas, nesta quarta-feira, em Roland Garros. Com a vitória, os dois se encontrarão na semifinal do torneio e protagonizarão u...

O sérvio Novak Djokovic e o espanhol Rafael Nadal confirmaram o favoritismo e venceram suas partidas, nesta quarta-feira, em Roland Garros. Com a vitória, os dois se encontrarão na semifinal do torneio e protagonizarão uma partida decisiva em que ambos buscam atingir marcas inéditas. Enquanto Djokovic busca o único Grand Slam ainda não conquistado, Nadal quer o oitavo troféu e espera disparar como maior vencedor da competição.

Cabeça de chave número 3, o espanhol se classificou ao vencer o suíço Stanislas Wawrinka, em três sets, com parciais de 6/2, 6/3 e 6/1, em 1h58. A superioridade do canhoto de Mallorca ficou evidente logo no início, quando ele conseguiu uma quebra no primeiro ponto do jogo. No quinto game, depois de uma longa disputa, o suíço não aguentou a pressão do adversário, cedeu mais uma quebra e ficou em desvantagem.

Na segunda e mais equilibrada parcial, Wawrinka não conseguiu aproveitar o saque no terceiro ponto logo no terceiro game, mas conseguiu a devolução na sequência. Mesmo sofrendo sua única quebra do jogo, Nadal continuou melhor e, com ótimo aproveitamento no saque, se garantiu à frente no placar.

No terceiro set, o maior vencedor no saibro parisiense salvou um break-point no início e, a partir daí, partiu para cima para tentar acabar com o confronto o mais rápido possível. Melhor fisicamente, o tenista garantiu a vitória com 6/1, em 32 minutos. Em ótima temporada, o número 4 do mundo venceu seis dos oito torneios disputados. O triunfo também serviu para melhorar ainda mais o histórico de duelos contra o suíço. Com a partida de Roland Garros, o espanhol acumula dez vitórias em dez jogos realizados.

AFP

Maior campeão de Roland Garros, Rafael Nadal busca oitavo título da competição

Já Djokovic teve mais trabalho que o Rei do Saibro para garantir vaga na semifinal. Enfrentando o veterano alemão Tommy Haas, o sérvio repetiu Nadal e conquistou vitória por 3 sets a 0. No entanto, as parciais foram bem mais disputadas, fechadas em 6/3, 7/6 (7-5) e 7/5.

Atleta mais velho a chegar às quartas de final em Roland Garros, aos 35 anos, Haas não foi páreo para Djokovic no primeiro set de partida. Sem problemas, o número 1 do mundo precisou de apenas 31 minutos para conquistar duas quebras e abrir 1 a 0 .

Na parcial seguinte, porém, o alemão melhorou o seu saque e não cedeu uma quebra sequer ao rival, que também confirmou todos os seus serviços. No tie-break, Haas chegou a estar na frente em duas oportunidades, mas permitiu a reação de Djokovic, que quebrou para abrir 6-5 e sacar para ampliar a vantagem.

Totalmente diferente do anterior, o terceiro set foi marcado pelo alto número de quebras. Animado com o bom desempenho da parcial anterior, Haas não se abateu com a quebra conquistada por Djokovic e conseguiu a devolução logo em seguida.

O feito foi repetido na sequência, quando o sérvio abriu 5/3 e chegou a sacar para o jogo. Haas, porém, sequer cedeu match point no serviço do rival e conseguiu empatar a parcial em 5/5. Quando teve a chance de passar à frente no placar, no entanto, o alemão sucumbiu à força de Djokovic e acabou novamente quebrado.

Aproveitando o abatimento e cansaço do rival, o número 1 do mundo confirmou de zero para vingar-se da derrota no Masters 1000 de Miami, há pouco mais de dois meses, e garantir a vaga na semifinal. Foi a sétima vitória do sérvio em onze encontros entre os dois.

AFP

Na semifinal, Djokovic espera vencer o único Grand Slam que falta em sua carreira

Este será o quinto encontro entre Djokovic e Nadal em Roland Garros. Até aqui, o espanhol leva vantagem com quatro vitórias, a última delas na decisão de 2012. No geral, o Rei do Saibro acumula 19 triunfos contra 15 do sérvio, 13 deles em seu piso preferido.

No único duelo deste ano, porém, o número 1 do mundo acabou levando a melhor justamente em outro torneio dominado por Nadal. Foi ele o responsável por acabar com a série de oito títulos conquistados pelo espanhol no Masters 1000 de Monte Carlo, há pouco mais de um mês.

Fut Milionário
Fut Milionário

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: