8 de março de 2021
Fut Milionário
Fut Milionário
A Wada (Agência Mundial Antidoping) aumentou a tolerância à substância tetrahydrocannabinol, um dos componentes da maconha, o que provavelmente diminuirá o número de atletas flagrados ao fazer uso recreativo da droga. Agora, para infringir os regulamentos, o exame antidoping terá de detectar até 150 nanogramas por mililitro - anteriormente 15 nanogramas já seriam considerados uma infração. Um dos últimos atletas a ser flagrados pelo uso de maconha foi Julio Cesar Chávez Junior, depois de sua luta com o argentino Sergio "Maravilha" Martínez, em setembro passado. O mexicano foi imediatamente suspenso e pagou uma multa de US$ 900 mil (cerca de R$ 1,8 milhão). Leia mais (15/05/2013 - 14h30)

A Wada (Agência Mundial Antidoping) aumentou a tolerância à substância tetrahydrocannabinol, um dos componentes da maconha, o que provavelmente diminuirá o número de atletas flagrados ao fazer uso recreativo da droga.
Agora, para infringir os regulamentos, o exame antidoping terá de detectar até 150 nanogramas por mililitro – anteriormente 15 nanogramas já seriam considerados uma infração.
Um dos últimos atletas a ser flagrados pelo uso de maconha foi Julio Cesar Chávez Junior, depois de sua luta com o argentino Sergio "Maravilha" Martínez, em setembro passado. O mexicano foi imediatamente suspenso e pagou uma multa de US$ 900 mil (cerca de R$ 1,8 milhão).
Leia mais (15/05/2013 – 14h30)

Fut Milionário
Fut Milionário

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: