19 de junho de 2021
ResMine.com - Cloud Mining Cryptocurrency
Fórmula 1: GP da China ao vivo 1
Home Office Lucrativo
Home Office Lucrativo
Fórmula 1: GP da China ao vivo
Fórmula 1: GP da China ao vivo

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) vai partir no domingo da “pole position” para o Grande Prémio da China, terceira prova do Campeonato do Mundo de Fórmula 1.

O campeão do Mundo em 2008 foi o mais rápido na qualificação pela 27.ª vez na carreira e conseguiu a sua primeira “pole position” ao serviço da marca alemã, ao cumprir os 5.541 metros do circuito de Xangai em 1.34,484 minutos, menos 277 milésimos de segundo do que o finlandês Kimi Raikkonen (Lotus), campeão em 2007, que obteve o segundo melhor tempo.

 

Lewis Hamilton desbancou os carros da Ferrari em Xangai e faturou a pole position do GP da China, na madrugada deste sábado. Em sua primeira pole pela Mercedes, o inglês vai largar ao lado do finlandês Kimi Raikkonen e ainda terá a companhia do espanhol Fernando Alonso, em terceiro. Felipe Massa não conseguiu alcançar o companheiro de equipe desta vez e vai sair em 5º.

Sem repetir o desempenho dos treinos livres, o brasileiro desperdiçou a chance de superar Alonso pela quinta vez seguida em treinos classificatórios, o que seria um feito inédito. Massa vinha desbancando o espanhol desde o GP dos Estados Unidos, no fim de 2012. Na sequência, foi mais rápido no Brasil e nas duas primeiras etapas deste ano.

Piloto inglês Lewis Hamilton, da Mercedes, em ação durante treino classificatório em Xangai, na China

  • Saiba mais
  • Felipe Massa admite decepção por não largar no Top 3
  • Hamilton festeja pole, mas prevê corrida complicada
  • Em 9º, Vettel aposta nos pneus para surpreender rivais

Enquanto Massa tinha dificuldade para equilibrar o duelo com Alonso, Hamilton brilhava no treino classificatório deste sábado. Ele liderou as três sessões do qualificatório e não deu chance aos rivais. Nico Rosberg, seu companheiro de Mercedes e vencedor da corrida chinesa em 2012, obteve o quarto lugar no grid.

Longe de repetir o bom ritmo da Mercedes, a Red Bull decepcionou na pista chinesa. Com uma estratégia mais cautelosa, de poupar pneus, a equipe só colocou Sebastian Vettel entre os dez primeiros, depois de faturar uma dobradinha no GP da Malásia, há três semanas. O alemão apostou nos pneus médios no Q3 para largar em vantagem no domingo. Com compostos mais resistentes, o tricampeão deve demorar mais para fazer o primeiro pit stop.

Seu companheiro de equipe, Mark Webber, teve desempenho inferior. Foi apenas o 14º mais rápido do treino, sem avançar para a briga pela pole, no Q3. Para piorar, teve um problema na pressão do combustível e terminou a sessão com o tanque vazio. Punido, terá que largar da 22ª e última colocação do grid.

A corrida na China será disputada a partir das 4 horas deste domingo (horário de Brasília).

Confira o grid de largada no GP da China:

1.º – Lewis Hamilton (ING/Mercedes)

2.º – Kimi Raikkonen (FIN/Lotus)

3.º – Fernando Alonso (ESP/Ferrari)

4.º – Nico Rosberg (ALE/Mercedes)

5.º – Felipe Massa (BRA/Ferrari)

6.º – Romain Grosjean (FRA/Lotus)

7.º – Daniel Ricciardo (AUS/Toro Rosso)

8.º – Jenson Button (ING/McLaren)

9.º – Sebastian Vettel (ALE/Red Bull)

10.º – Nico Hulkenberg (ALE/Sauber)

11.º – Paul di Resta (ESC/Force India)

12.º – Sergio Perez (MEX/McLaren)

13.º – Adrian Sutil (ALE/Force India)

14.º – Pastor Maldonado (VEN/Williams)

15.º – Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso)

16.º – Valtteri Bottas (FIN/Williams)

17.º – Esteban Gutierrez (MEX/Sauber)

18.º – Jules Bianchi (FRA/Marussia)

19.º – Max Chilton (GBR/Marussia)

20.º – Charles Pic (FRA/Caterham)

21.º – Giedo van der Gaarde (HOL/Caterham)

22.º – Mark Webber (AUS/Red Bull)

 

 

Home Office Lucrativo
Home Office Lucrativo

Adicionar comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: